Psychonauts 2

Atualizado: 26 de out. de 2021



Vou começar essa review sendo bem direto, Psychonauts 2 é brilhante! Um jogo que transcende a tela para nos mostrar que nosso maior inimigo é a nossa própria mente!


Enredo

O jogo é uma continuação direta do primeiro e começa da melhor forma possível (principalmente para aqueles que não jogaram o primeiro jogo), começa dando um resumo do que aconteceu no primeiro jogo e explicando quem é o nosso protagonista.


Raz é um garoto que vem de uma família de artistas de circo e que possui poderes psíquicos, e que após eventos do primeiro jogo acaba entrando para a academia de espiões chamada Psychonauts.


Resumindo bem o começo da saga, o objetivo de Raz e dos espiões é descobrir quem ajudou o grande vilão do primeiro jogo a capturar o líder dos Psychonauts, a partir daí Raz começa sua saga como espião estagiário para desvendar esse mistério.


O enredo me surpreendeu bastante, a princípio parece ser algo simples, porém é tudo muito bem amarrado e vai escalando de forma satisfatória até o grand finale. Não se engane pelo visual do jogo esperando um enredo bobo e infantil.


Jogabilidade

Muito bem polido e acessível, é um jogo divertido e gostoso de se jogar. O jogo contém uma interpretação artística de vários problemas mentais como vício, ansiedade, ataque de pânico e desilusão e se baseia em ajudar as pessoas entrando em suas mentes e resolvendo esses conflitos mentais. Isso faz cada fase do jogo ser única, pois como no problema do vício, a fase é um cassino. Não tem uma fase do jogo que não me impressionou, todas são bem diferentes, com puzzle, inimigos e dificuldade na medida certa para divertir e passar sua mensagem.


"Fase que simula a mente de um tirano" (Xbox Series X)

"Fase que simula a mente do apostador” (Xbox Series S)


Também há uma boa variedade de inimigos que representam sentimentos, alguns deles são uma ‘má ideia’, ‘pensamentos negativos’, ‘ataque de pânico’ e até mesmo uma ‘má ideia’. Para atravessar as fases e lutar contra os inimigos da mente, Raz conta com um total de 9 habilidades que podem ser evoluídas até o nível 5 e que vão sendo desbloqueadas ao longo do gameplay.


Além de itens de cura, há também alguns perks que podem ser comprados para melhorar as habilidades de Raz, há diversos perks que vão desde apenas mudar a cor da bola de levitação como aumentar o dano de algumas habilidades, o ponto ‘negativo’ é que fica meio subutilizado pois tem muitos perks mas é possível equipar apenas 3.


Gráficos

Não tenho do que reclamar. Comecei jogando no XSS e terminei no XSX, e achei bem satisfatória a experiência, o jogo possui uma arte única e uma variedade de cenários imensa, todas muito bem detalhadas e caprichadas. É um jogo bem polido em todos os aspectos, não fiquei preso e nem tive qualquer tipo de bug com o jogo. (O que convenhamos é algo raro nos dias atuais).


Som

Assim como todo o resto do jogo, a trilha sonora também agrada e é feita sob medida para cada fase.


Conclusão

Psychonauts 2 é um jogaço em todos os aspectos, não consigo citar um ponto negativo realmente relevante (talvez o excesso de coletáveis?) pois tudo está lá sob medida, sem exageros. Além disso, nos mostra a qualidade do estúdio Double Fine, pois assim como eu, muitos nunca devem ter ouvido falar ou ter jogado algo deles. É um estúdio que com certeza ficarei de olho em seus próximos lançamentos.



Plataforma: Xbox Series S / Xbox Series X

Gamertag: freedowsRoO











27 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Tunic